Mapa de Indícios 2016 (1ºSem) : De onde as descobertas estão vindo?

Mapa de Indícios 2016 (1ºSem) : De onde as descobertas estão vindo?

646
COMPARTILHAR

Após a realização dos leilões, as empresas vitoriosas assumem obrigações mínimas de serviços na área arrematada. Estes compromissos são um conjunto de atividades exploratórias que formam o chamado Programa Exploratório Mínimo (PEM). A perfuração de poços é um desses serviços e, inclusive, o mais valorado no leilão.

Quando os concessionários realizam a perfuração dos poços, eles têm por obrigação comunicar à ANP qualquer descoberta de hidrocarboneto (petróleo e/ou gás natural) ou outros recursos minerais dentro da área de concessão em até 72 horas. O procedimento e definições para estas comunicações estão contidos na Portaria ANP nº 75/2000 (Art. 3º).

É importante salientar que essas notificações de indícios de hidrocarbonetos não representam necessariamente que o bloco entrará em produção, pois a comercialidade de petróleo e/ou gás natural requer uma análise posterior.

Vemos uma grande desaceleração do ritmo exploratório, porém, embora reduzida, a perfuração de poços se manteve presente assim como novos indícios de hidrocarbonetos, conforme mostra o mapa do primeiro semestre de 2016.

A exploração da camada do Pré-Sal em Libra lidera absoluta em quantidade de indícios. Desde janeiro, foram declarados cinco indícios nos poços perfurados em Libra, todos indicando a presença de petróleo.

Embora existam outras declarações de indícios em mar na Bacia Campos, com destaque ao C-M-539 onde ocorreu a descoberta de Pão de Açúcar, a predominância nas demais Bacias está na exploração em terra.

A Bacia da Parnaíba no Maranhão se mantém como uma região promissora em gás natural. Por outro lado, os indícios em terra nas demais bacias (Recôncavo, Potiguar e Sergipe-Alagoas) indicam a presença de petróleo.

Por Luiz Ehlers (EnergyWay)

A reprodução das imagens do sistema ANALYSIS, disponíveis em nosso site com a logomarca, ou das matérias geradas pela equipe EnergyWay é livre, desde que a fonte seja devidamente referenciada, incluindo o link de acesso.

analysis (1)Através do ANALYSIS, os usuários têm acesso ao acompanhamento da realização dos poços perfurados e do desempenho das empresas nos blocos exploratórios (indícios de hidrocarbonetos).