O perfil das possíveis áreas que serão objeto do próximo leilão do...

O perfil das possíveis áreas que serão objeto do próximo leilão do Pré-Sal

741
COMPARTILHAR

Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), já foram encaminhadas para a análise ao CNPE (Conselho Nacional de Política Energética) quatro áreas que serão objeto do próximo leilão do Pré-Sal. O último realizado foi em 2013 para a região de Libra.

A primeira área é da concessão exploratória BM-S-54, onde está o bloco S-M-518 com operação da Shell (80%) e com participação acionária da Total (20%). As descobertas nessa concessão receberam o nome de Gato do Mato. Esse bloco foi arrematado com um lance único da Shell na 7a Rodada de Licitações em 2005. O bônus de assinatura pago pela companhia, que detinha 100% da concessão na época, foi de R$ 3.217.000,00 (valor da época). Segundo a ANP, a área consta com o status de exploração suspenso.

Com operação da Petrobras, as áreas de Tartaruga Verde e Sapinhoá estão também entre as propostas. Tartaruga Verde, localizado na Bacia de Campos (RJ), iniciou sua produção em julho de 2014 e veio do bloco exploratório C-M-401 da 7a Rodada de Licitações. Sapinhoá, localizado na Bacia de Santos (SP), é um dos campos com produção do Pré-Sal, juntamente com Lula, e é originário do bloco BM-S-9 da 2a Rodada de Licitações de 2000.

A quarta área encaminhada é do bloco BM-S-8, o qual teve a participação da Petrobras vendida à Statoil recentemente, que detém, então, a operação. A região, que está na Bacia de Santos (SP), é conhecida pela descoberta de Carcará no poço 4-BRSA-971B-SPS. O bom desempenho exploratório no bloco implicou na extensão do seu prazo para a elaboração do Plano de Avaliação de Descoberta (PAD). O final do período exploratório da concessão está datado em 01/03/2018.

Por Luiz Ehlers (EnergyWay)

A reprodução das imagens do sistema ANALYSIS, disponíveis em nosso site com a logomarca, ou das matérias geradas pela equipe EnergyWay é livre, desde que a fonte seja devidamente referenciada, incluindo o link de acesso.