Concluída a venda da participação da Petrobras Biocombustível na Guarani

Concluída a venda da participação da Petrobras Biocombustível na Guarani

494
COMPARTILHAR

Finalizamos hoje a operação de venda da totalidade da participação da nossa subsidiária integral Petrobras Biocombustível S.A. (PBIO) na Guarani S.A. (Guarani).

A operação foi concluída com o pagamento de US$ 202,75 milhões pela Tereos Participations SAS, realizado nesta data, após o cumprimento de todas as condições precedentes previstas no contrato, assinado em 28 de dezembro de 2016.

A transação faz parte do programa de parcerias e desinvestimentos que totalizou US$ 13,6 bilhões no biênio 2015-2016. A venda está alinhada ao nosso Plano Estratégico/PNG 2017-21, que prevê a otimização do portfólio de negócios, com a saída integral das atividades de produção de biocombustíveis.

A PBIO detinha 45,97% do capital da Guarani, que é uma das empresas líderes do mercado brasileiro de açúcar e etanol. A empresa detém oito unidades industriais, sendo sete no Brasil, no estado de São Paulo (usinas Andrade, Cruz Alta, São José, Severínia, Mandu, Tanabi e Vertente, esta última com controle compartilhado com o Grupo Humus, que detém 50%), e uma na África, em Moçambique (usina Sena).

A Tereos é a terceira maior produtora de açúcar no mundo e passa a deter o capital total da Guarani. O grupo é especializado na transformação de matérias-primas em açúcar, etanol, álcool e amido, possuindo 42 unidades industriais na Europa, América do Sul, Oceano Índico, África e Ásia, com 24 mil colaboradores.

O projeto faz parte das cinco transações que podem ter seus contratos assinados de acordo com a decisão cautelar do Tribunal de Contas da União (TCU), conforme divulgado ao mercado e à imprensa.

Fonte: Petrobras